Explora Mais Raros, Antigos e outros!

Mas o idioma mais ameaçado é o Yagan. Só uma pessoa domina a língua, que era usada pelos antigos povos da Tierra Del Fuego, no Chile. Foto: Pedro Ignacio Guridi.

Esses senhores são os últimos representantes do Kusunda, outro idioma praticamente extinto. Eles moram no oeste do Nepal. Foto: Aashish Jha.

Na região do Rio Santa Cruz, na Argentina, quatro pessoas falam Tehuelche. O idioma surgiu na Patagônia, no sul do país, há mais de 14 mil anos! Foto: Ministerio de Cultura de la Nación.

Outras cinco pessoas mantêm um idioma vivo: o Paakantyi. A língua era falada por um grupo aborígene que vivia na Austrália, às margens do Rio Darling. Foto: Jan Bran.

O Poyanawa é outra língua que nasceu na nossa terrinha. Ela surgiu com os índios Panoan, no Acre, e somente duas pessoas continuam usando. Foto: Talita Oliveira.

O Kawaiisu tem ainda menos falantes: só CINCO! O idioma era falado nas tribos indígenas que viviam num lugar lindo chamado Serra de Tehachapi, no sul da Califórnia. Foto: Dave Weber.

O Brasil também tem idioma em extinção: o Crenaque (ou Krenák), originário de Minas Gerais. Hoje restam apenas 150 índios, da etnia Krenák – mas somente dez deles dominam o idioma =/ Foto: Auá.

Apenas SEIS pessoas falam o Kakanabu, mais parecendo um código entre amigos!. Esse idioma, que era popular na região da Namasia, em Taiwan, teve seu lugar tomado pelo mandarim. Foto: 東大策略顧問有限公司

O Ata surgiu na região montanhosa da Ilha de Luzon, nas Filipinas. Hoje, o idioma se mudou para a Ilha Negros, ali perto – e é falado por apenas quatro pessoas. Foto: Macky Sevilla.

Nem sempre é fácil apontar por que certos idiomas desaparecem. Mas o Ongota, falado na região de Muts’e, na Etiópia, está morrendo por um motivo claro: a mistura de etnias. Hoje, oito pessoas são fluentes em Ongota. Foto: Eric Lafforgue.

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Search