Explora Se Não, Espaço Para e outros!

"Convide, cultive, coloque-se com carinho e com clareza. Faça a sua parte com empenho. Se não der certo, vire a página. Isso é muito, muito importante. Ao fechar uma janela, você sinaliza ao universo que espera por outra. Ao virar as costas, permite que a sua própria janela se abra novamente. Quem gira e resmunga ao redor dos outros, não abre espaço para nada. Quem entende e sai, consente que a vida recomece — Ivan Martins."

São Paulo: A cidade mais subestimada do mundo

"A questão não é você ser, PT/PMDB, Crente/Ateu, Gay/Hétero, Preto/Branco, Homem/Mulher, Rico/Pobre, a questão é você ser babaca."

"É fascinante pensar na relação vida, história e movimento. Na vida não construímos uma história parados, tudo envelhece, se deteriora, fica para trás; se o movimento não for uma constante em nosso caminho ficaremos a mercê de nós mesmos, presos em vitórias e derrotas que a cada dia ficam mais e mais distantes de nós — em algum lugar no passado — e mais cedo ou mais tarde simplesmente perdem o sentido e podem até desaparecer."

"A simples redução da maioridade penal é a afirmação de um ciclo de violência e baixo desenvolvimento social. A longo prazo a não redução da maioridade penal, somada com políticas educacionais e melhor integração social podem levar o nosso país a um novo patamar de segurança pública e desenvolvimento social."

"Abrir mão do voto é abrir mais espaço à corrupção e desdenhar da democracia como meio legítimo e pacífico de conquistas sociais. Nosso papel é incentivar o candidato de nossa escolha, conhecer seus atos, ideias, trajetória de vida e sobretudo valorizar a ética como requisito fundamental à alguém que se candidata a assumir um cargo público."

"Quando há o firme propósito de nos dedicarmos ao outro, ou ao próximo, como queiram, aprendemos a nos desapegar de nós mesmos e valorizarmos pessoas, em lugar de coisas. Logo, por entendermos que pessoas são mais importantes que coisas, nossa visão é transformada e, em consequência, somos capacitados a viver com mais simplicidade."

A história de Pedro - |_/ Trajetos Urbanos |_

"Pensar que manifestações públicas precisam ser momentos de completa de paz e cordialidade entre as pessoas é de uma ingenuidade muito grande. A própria manifestação em si é formada com base em um desacordo entre partes. O que precisa ser evitado é que manifestações virem verdadeiros motins e que no final se tornem mais motivo de vergonha do que de orgulho para nós brasileiros."

"Existem muitos paulistanos que atualmente vivem um caso de amor e ódio com a cidade de São Paulo, uma espécie de amor bandido. Criticam duramente, amam perdidamente, querem fugir desesperadamente, um verdadeiro show de incertezas e sentimentos ambíguos."

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Search