Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Construção De, Governo e outros!

O Instituto Bacuri é uma organização da sociedade civil brasileira, sem fins lucrativos, fundado em 2010 no município de São Paulo. Desenvolve e apoia projetos que colaborem para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável do ponto de vista social e ambiental. Integrando atividades de diversas áreas, tais como de educação, esporte, saúde, artes e meio ambiente, o Instituto cria mecanismos para viabilizar e incentivar a participação da iniciativa privada em ações do Terceiro Setor.

“Se existe uma área que dará boas notícias é a do comércio exterior” - http://brasil.elpais.com/brasil/2015/12/21/politica/1450696710_713016.html#?ref=rss&format=simple&link=link

de Folha online

Demolições na Pompeia - 25/11/2016 - Cotidiano - Fotografia - Folha de S.Paulo

Coordenador do projeto Observando Rios, do SOS Mata Atlântica, Gustavo Veronesi diz que a construção vai trazer impactos no lençol freático e afetar o córrego. "Essa é uma realidade na cidade. E o que acontece aqui se repete Brasil afora. Na visão de modernidade, a água, os rios e as nascentes acabam virando um estorvo para o desenvolvimento econômico", afirma.

A especulação imobiliária de Geddel e a lógica da cidade do capital |Gustavo Henrique Freire Barbosa é advogado membro da Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares

de Poder

Fora do governo, Calero acusa Geddel de pressioná-lo para liberar obra

De saída do governo, o ministro da Cultura, Marcelo Calero, acusa o ministro Geddel Vieira Lima (Governo) de tê-lo pressionado a produzir um parecer técnico para favorecer seus interesses pessoais.

de EL PAÍS

Da Funai à Lava Jato, Romero Jucá coleciona escândalos e já perdeu ministério antes

Outra polêmica de Jucá na Fundação foi a venda e permuta de madeiras nobres apreendidas para as próprias madeireiras em troca de serviços e benfeitorias nos territórios indígenas. Um desses casos, descrito no livro Etnodicéia Uruéu-Au-Au : o endocolonialismo e os Índios no Centro de Rondônia (Edusp), do antropólogo Mauro Leonel, envolveu a “alienação de 9.322 metros cúbicos de toras de madeira” para a empresa Cometa em troca "da construção de 45 quilômetros de estradas" ligando postos da…

de Poder

Ministro da Cultura, Marcelo Calero, pede demissão do governo

Com o argumento de que tinha divergências com integrantes do governo do presidente Michel Temer, Marcelo Calero pediu demissão nesta sexta-feira (18) do Ministério da Cultura. Para o lugar dele, foi anunciado o presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP). Calero é o quinto ministro que deixou a administração do peemedebista desde que ele assumiu o Palácio do Planalto, há seis meses.

| OPERAÇÃO JANUS | A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (20.05.2016) uma operação para investigar a prática de tráfico de influência envolvendo pessoas ligadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva em Santos (SP).

de EL PAÍS

Gestão por edifício milionário em Salvador complica Geddel, homem-forte de Temer

Os próximos dias serão de teste para Roberto Freire (PPS-SP), que assume a pasta da Cultura novamente transformada em vespeiro, agora com todos os olhos seguindo os desdobramentos no IPHAN, órgãos da pasta alvo preferencial de pressões políticas por causa do peso econômico de suas decisões, e no empreendimento milionário de Salvador.