Explora Novo Carro, Falhas e outros!

Explorar tópicos relacionados

Todas estas falhas seriam corrigidas no ano seguinte – até porque a Matra já corria com o mesmo motor havia sete anos, e não demoraria até que o V12 ficasse obsoleto. Assim, Largadére decidiu que o novo carro deveria tirar proveito de um motor conhecido e eficiente trazendo uma carroceria de aerodinâmica exemplar e estabilidade acima da média para que seus pilotos pudessem completar uma corrida de 24 horas com o mínimo de cansaço. Seria a estratégia do chefe da equipe: tentar vencer a força…

Todas estas falhas seriam corrigidas no ano seguinte – até porque a Matra já corria com o mesmo motor havia sete anos, e não demoraria até que o V12 ficasse obsoleto. Assim, Largadére decidiu que o novo carro deveria tirar proveito de um motor conhecido e eficiente trazendo uma carroceria de aerodinâmica exemplar e estabilidade acima da média para que seus pilotos pudessem completar uma corrida de 24 horas com o mínimo de cansaço. Seria a estratégia do chefe da equipe: tentar vencer a força…

Sempre acho que qualquer carro mais esportivo fica bem  com a pintura de corrida da Gulf,  veja este exemplo de um Abarth 500

Sempre acho que qualquer carro mais esportivo fica bem com a pintura de corrida da Gulf, veja este exemplo de um Abarth 500

No ano seguinte 1970, o problema foi calibrar o motor para entregar mais de 420 cv sem os devidos reforços: nenhum dos três carros conseguiu passar da oitava hora de corrida. Em 1971, apenas um carro foi inscrito: o MS660, que tinha como novidade uma nova carroceria, mais aerodinâmica, e construção monocoque em vez de chassi tubular. A dupla formada por Chris Amon e Jean-Pierre Beltoise, infelizmente, abandonou a prova por falta de combustível.

No ano seguinte 1970, o problema foi calibrar o motor para entregar mais de 420 cv sem os devidos reforços: nenhum dos três carros conseguiu passar da oitava hora de corrida. Em 1971, apenas um carro foi inscrito: o MS660, que tinha como novidade uma nova carroceria, mais aerodinâmica, e construção monocoque em vez de chassi tubular. A dupla formada por Chris Amon e Jean-Pierre Beltoise, infelizmente, abandonou a prova por falta de combustível.

The Aston in Gulf livery during the 24 Hours of Le Mans 2015

The Aston in Gulf livery during the 24 Hours of Le Mans 2015

Alpine A442, o Renault esquecido que venceu as 24 Horas de Le Mans em 1978. Nem todo mundo associa a Renault a uma vitória nas 24 Horas de Le Mans. Não dá para culpá-las: a equipe só veio a vencer a corrida em 1978, depois que os protótipos da Ferrari, o Ford GT40 e os Porsche 917 e 936 já haviam escrito seus nomes na história. É compreensível, até mesmo porque embora a Renault tenha financiado e fornecido o motor, quem construiu o carro foi a Alpine. Sim, a mesma Alpine que venceu a…

Alpine A442, o Renault esquecido que venceu as 24 Horas de Le Mans em 1978. Nem todo mundo associa a Renault a uma vitória nas 24 Horas de Le Mans. Não dá para culpá-las: a equipe só veio a vencer a corrida em 1978, depois que os protótipos da Ferrari, o Ford GT40 e os Porsche 917 e 936 já haviam escrito seus nomes na história. É compreensível, até mesmo porque embora a Renault tenha financiado e fornecido o motor, quem construiu o carro foi a Alpine. Sim, a mesma Alpine que venceu a…

alpine-a442:   O triunfo do protótipo no circuito europeu deu à Alpine a confiança necessária para encarar Le Mans. Para isto, a companhia decidiu desenvolver uma evolução dos Alpine A440 e A441 — e a compra pela Renault em 1976 garantiu à gigante francesa o controle da equipe de corrida. Para a Alpine, não era um problema. Pelo contrário: a grana extra foi muito bem vinda e possibilitou à Alpine construir um carro melhor que seus antecessores em todos os aspectos.

alpine-a442: O triunfo do protótipo no circuito europeu deu à Alpine a confiança necessária para encarar Le Mans. Para isto, a companhia decidiu desenvolver uma evolução dos Alpine A440 e A441 — e a compra pela Renault em 1976 garantiu à gigante francesa o controle da equipe de corrida. Para a Alpine, não era um problema. Pelo contrário: a grana extra foi muito bem vinda e possibilitou à Alpine construir um carro melhor que seus antecessores em todos os aspectos.

Este Chevrolet Corvette competiu pela Ferrari nas 24 Horas de Le Mans de 1972

Este Chevrolet Corvette competiu pela Ferrari nas 24 Horas de Le Mans de 1972

Nürburgring aero

Nürburgring aero

stratos-meeting

stratos-meeting

wm-rd Com desempenho inexpressivo em Le Mans em 1982 e 1983, para a corrida de 1984 Rondeau conseguiu um assento na Porsche. A chegada foi histórica, com nada menos que sete Porsche 956B terminando a corrida nas primeiras posições. Rondeau foi o segundo colocado. Foi sua última grande conquista no automobilismo: ele morreu em 1985, depois de chegar em 17º ao volante de um WM P83B, que ironicamente era equipado com um motor PRV.  Mas o acidente que o matou não aconteceu nas pistas: seu carro…

wm-rd Com desempenho inexpressivo em Le Mans em 1982 e 1983, para a corrida de 1984 Rondeau conseguiu um assento na Porsche. A chegada foi histórica, com nada menos que sete Porsche 956B terminando a corrida nas primeiras posições. Rondeau foi o segundo colocado. Foi sua última grande conquista no automobilismo: ele morreu em 1985, depois de chegar em 17º ao volante de um WM P83B, que ironicamente era equipado com um motor PRV. Mas o acidente que o matou não aconteceu nas pistas: seu carro…

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Search