Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Branco 1946, Diplomata Brasileiro e outros!

de O Globo

Miguel Rio Branco inaugura mostra sobre o universo feminino

Miguel Rio Branco

Um dos vídeos mais impactantes que já vi: a banalização do corpo, a sub-humanidade, a degradação de valores, a perversão de um cenário, a desesperança. Pra mim é o que transmite uma das obras de Miguel Rio Branco, “Nada levarei quando morrer, Aqueles que me devem cobrarei no inferno”, feita em 1979 no Pelourinho. Acesse o vídeo em http://www.miguelriobranco.com.br/portu/cine.asp.