Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Depois Dá, Anos Depois e outros!

DOBRA PÉ-TERRA - D. Fernando - Quase cem anos depois, dá-se em Portugal o regresso ao bimetalismo. O reaparecimento deste metal amoedado na vida económica do Reino deve-se, ao intenso comércio que se fazia nos portos do Algarve. Mandada cunhar por D. Fernando, esta peça mostra a figura do rei de pé em terra, donde lhe veio o nome de "pee terra", inspiradas provavelmente no Franc à Pied, de Carlos V de França. O nome Dobra deriva certamente do espanhol Dobla, com origem no latim Dupla.

Portugal - 1000 Reis de 1891 do Banco de Portugal

Pelicano, a empresa régia de D. Leonor e D. João II (Portugal – Século XV) - A "empresa"régia de D. João II foi o pelicano. Segundo a lenda, o pelicano bicava o próprio peito de onde retirava alimentos para dar às suas crias. Dava a vida para alimentar os filhos. A imagem do pelicano remete a uma metáfora de uso político profundo: a do Cristo redentor no momento crucial da salvação dos fiéis. Era assim que se apresentava o rei, como protector, pai dos súbditos.

Nota de 20 Escudos (Gago Coutinho) - Portugal by António Terra, via Flickr

moeda de ouro portuguesa - No tempo de D. Afonso Henriques (1143-1185), primeiro rei de Portugal, continuavam a circular moedas romanas (denários e áureos), assim como moedas leonesas e muçulmanas, estas últimas principalmente de prata e ouro, os dirheme e os dinar. Em resposta às moedas de ouro muçulmanas, a monarquia portuguesa cunhou os morabitinos de ouro.

Portugal - 100 escudos de 1928 do Banco de Portugal

Há moedas de 1 cêntimo que valem mais de 2500€! - Notícias - Vamos lá Portugal

moedas portuguesasO uso da palavra real como unidade monetária deriva da palavra real no sentido de realeza. Sendo pela primeira vez registrada por escrito, no sentido monetário, em 1339 , durante o reinado de D. Afonso IV de Portugal (1325-57). -