Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Três Respostas, Oferecidas e outros!

As três respostas mais oferecidas à questão da preferência pelo transporte público foram ‘ser mais barato’, ‘ser mais rápido’ e ‘ser a única forma que conhece’

As três respostas mais frequentes para a pergunta ‘por que você escolhe o carro’ foram ‘ser mais rápido’, ‘ser mais confortável’ e ‘ser mais cômodo’. Faz sentido.

Como você já deve ter lido por aqui, a segunda resposta mais dada à pergunta acerca do motivo de se escolher o transporte público é: ele é mais rápido.

Alvo de muitas críticas, o transporte público é o mais procurado pelos entrevistados. E, entre os motivos para a escolha, chama a atenção um que demonstra que a escolha está em parte relacionada à falta de opção.

Como fazer com que a percepção e a realidade, paralelas, se encontrem?

O público pertence a todos e é de responsabilidade de todos. A rua, como espaço público por excelência, é local de passagem, de encontro. De todos, de qualquer um. Por isso, pensar em mobilidade é mais que pensar em como Joãozinho vai conseguir trafegar velozmente com seu carro pela avenida bem sinalizada.

O próprio Código de Trânsito estabelece essa relação por reconhecer a fragilidade de quem vai a pé contra quem está motorizado. Nos acidentes, o combate é da pele contra o ferro.

As pessoas sabem onde querem chegar. Mas, como?

O número de motos é grande na região mais industrializada do país, mas, seu sucesso é inegável no nordeste, onde sua frota (4,5 milhões) é pouco menor que a de carros (4,9 milhões).

Em campanha de cosncientização, o Detran dizia que, no trânsito, todos somos pedestres, e que é preciso manter a atenção ao atravessar a faixa. A marca no chão pode ser um alerta, mas, não gera um campo de força, vale ressaltar.