Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Tudo Mas, Uma Coisa e outros!

de OBVIOUS

palavras da amiga da garota que você perdeu.

Se tem uma coisa que posso te dizer, é que dói pra caralh* tentar desfazer um amor enquanto o outro já tem desfeito. É difícil pra cacete segurar as lágrimas ao ver o outro sorrindo de tudo.

de OBVIOUS

zygmunt bauman: vivemos tempos líquidos. nada é para durar

"Bauman fala também sobre o amor próprio: o filósofo afirma que as pessoas precisam sentir que são amadas, ouvidas e amparadas. Ou precisam saber que fazem falta. Segundo ele, ser digno de amor é algo que só o outro pode nos classificar. O que fazemos é aceitar essa

de OBVIOUS

amor bom é amor correspondido

"E o amor real, de carne osso, acertos e desacertos, medidas e desmedidas contempla a lei primeira: amor bom é amor correspondido. Nada de insônia, romances esquisitos, cilada de relacionamentos problemáticos; a gente passa a procurar mesmo é aquela calmaria que só existe depois da insanidade de experiências tempestuosas."

de OBVIOUS

não basta só pedir desculpa: é preciso algo mais

"Existe uma idéia de que pedir perdão seria “se rebaixar demais”. Mas é exatamente o contrário: é um gesto de bravura, humildade bem-aventurada e que prova crescimento espiritual."

de OBVIOUS

a loucura após a morte

"A teoria mais aceita hoje, sobre Van Gogh, defende que o pintor possuía transtorno bipolar, o que ocorre de forma relativamente comum com epilepsia do lobo temporal, lobo frontal ou amígdala centro-medial. A falta de medicamentos e a marginalidade fizeram a doença ter um curso trágico e crises difíceis para Van Gogh; sem dúvida a bebida piorou o padrão de crises e, como se sabe atualmente, a bipolaridade é uma das maiores causas de suicídio dentre as doenças mentais."

de OBVIOUS

um duplo bem sentido – solidão, morte, selfies e uma marmota

"Se acrescentarmos gente que viaja no tempo e conversa ou se encontra consigo mesmo em outra época, teremos de Marty McFly a Jorge Luís Borges, que foi bater um papo com seu eu velho num de seus contos."

Quando um ano novo começa, vem o momento de analisar e balancear acontecimentos passados e esperar que daqui em diante seja tudo diferente, e pode até ser que seja, contanto que não tenhamos medo de continuar sentindo.

de OBVIOUS

julianne moore como obras de arte famosas

"O que impressiona não é apenas o estilo meticuloso, refletindo estrategicamente os recursos visuais da obra de arte original, mas Julianne fez um excelente trabalho de canalização de tais sujeitos."