Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Sua Maldade, Sido Em e outros!

Segundo a lenda o "Corpo-Seco" teria sido em vida um homem que brigava muito e espancava a própria mãe. Devido a incrível maldade que havia dentro dele, assim que morreu virou uma criatura maligna que costuma ficar camuflada nos troncos das árvores só a espera de alguma criança malcriada passe destraida perto dele. Dizem que apesar de sua maldade, o Corpo-Seco, teria se arrependido de ter maltratado a mãe e por essa razão ele pune todas as crianças teimosas ou que respondam para suas mães.

Mapinguari - uma criatura coberta de um longo pêlo vermelho vivendo na Floresta Amazônica. Quando ele percebe a presença humana, fica de pé e alcança 2m de altura. Seus pés seriam virados ao contrário, suas mãos possuiriam longas garras e a criatura evitaria a água, tendo uma pele semelhante a de um jacaré. Possuiria um cheiro horrível, que faz com que sua presa fique tonta, o que permite ao bicho apanhá-la com facilidade. A boca do Mapinguari se abre na vertical, e vai do peito até a…

Ossãe é um Orixá masculino de origem nagô (iorubá) que, como Oxóssi, habita a floresta. Sua principal ligação é com as folhas e todos os tipos de vegetais. Ele conserva o segredo da cura através das plantas, seja de forma mágica ou medicinal. É o protetor das plantas, e tem um mistério em torno de si; é reservado e transmite somente para seus iniciados toda a magia de sua medicina.

O saci-pererê é representado por um menino negro que tem apenas uma perna. Sempre com seu cachimbo e com um gorro vermelho que lhe dá poderes mágicos. Vive aprontando travessuras e se diverte muito com isso. Adora espantar cavalos, queimar comida e acordar pessoas com gargalhadas.

Mãe-de-ouro - Representada por uma bola de fogo que indica os locais onde se encontra jazidas de ouro. Também aparece em alguns mitos como sendo uma mulher luminosa que voa pelos ares. Em alguns locais do Brasil, toma a forma de uma mulher bonita que habita cavernas e após atrair homens casados, os faz largar suas famílias.

Comadre Fulozinha | Personagem mitológica do Nordeste brasileiro, o espírito de uma cabocla de longos cabelos, ágil, que vive na mata protegendo a natureza dos caçadores, e gosta de ser agradada com presentes, principalmente mingau, fumo e mel. Tem personalidade zombeteira, algumas vezes malvada, outras vezes prestimosa. Diz-se que corta violentamente com seu cabelo aqueles que a mata adentram sem levar uma quantidade de fumo como oferenda e também lhes enrola a língua.

Saci, Deus brincalhão que tem controle, sabedoria, e manuseios de tudo que estava relacionado às plantas medicinais

Capelobo | É um animal fantástico, de corpo humano e focinho de anta ou de tamanduá, que sai à noite para rondar os acampamentos e barracões no interior do Maranhão e Pará. Denuncia-se pelos gritos e tem o pé em forma de fundo de garrafa. Mata cães e gatos recém-nascidos para devorar. Encontrando bicho de porte ou caçador, rasga-lhe a carótida e bebe o sangue. Só pode ser morto com um tiro na região umbilical.