Explora Livro, Municipal e outros!

Luísa Dacosta doa espólio e apresenta livro na Biblioteca Municipal  in   http://www.cm-pvarzim.pt/groups/staff/conteudo/noticias/luisa-dacosta-doa-espolio-e-apresenta-livro-na-biblioteca-municipal/

Luísa Dacosta doa espólio e apresenta livro na Biblioteca Municipal in http://www.cm-pvarzim.pt/groups/staff/conteudo/noticias/luisa-dacosta-doa-espolio-e-apresenta-livro-na-biblioteca-municipal/

12 de Agosto de 2009  Luísa Dacosta na Biblioteca de Jardim assinala o terceiro aniversário da morte de Manuel Lopes

12 de Agosto de 2009 Luísa Dacosta na Biblioteca de Jardim assinala o terceiro aniversário da morte de Manuel Lopes

http://www.cm-pvarzim.pt/groups/staff/conteudo/noticias/resolveuid/f036f2ff2f5e25420bc7cc8ffc27eb5c/image_preview

http://www.cm-pvarzim.pt/groups/staff/conteudo/noticias/resolveuid/f036f2ff2f5e25420bc7cc8ffc27eb5c/image_preview

Luisa Dacosta durante a sessão de homenagem  Correntes d'Escritas 2011  Foto: Rosa Matos      Read more: http://torrinhasnetianos5c.blogs.sapo.pt/90156.html#ixzz2MbQMLsfZ

Luisa Dacosta durante a sessão de homenagem Correntes d'Escritas 2011 Foto: Rosa Matos Read more: http://torrinhasnetianos5c.blogs.sapo.pt/90156.html#ixzz2MbQMLsfZ

luisadacosta-eb23beiriz (3)

luisadacosta-eb23beiriz (3)

http://bibliotecademaceda.blogspot.pt/2010/05/turma-do-4-ano-b-da-escola-da-estrada.html

http://bibliotecademaceda.blogspot.pt/2010/05/turma-do-4-ano-b-da-escola-da-estrada.html

Recensão por José António Gomes ficha da editora http://www.wook.pt/ficha/o-planeta-desconhecido-e-romance-da-que-fui-antes-de-mim/a/id/109515

Recensão por José António Gomes ficha da editora http://www.wook.pt/ficha/o-planeta-desconhecido-e-romance-da-que-fui-antes-de-mim/a/id/109515

Luísa Dacosta - Nestes dias, que fazer senão folhear a obra esplendorosa de Luísa Dacosta e ler? [Sem título] ...

Luísa Dacosta, 1927-2015 «Que longo dia para a minha tristeza! Longe é onde há vozes, chamamentos, passos, acenos de adeus. Aqui o silêncio é um túmulo aberto que me força a olhar a inutilidade da luz.»  (Luísa Dacosta, Na água do tempo, 1991)

Luísa Dacosta, 1927-2015 «Que longo dia para a minha tristeza! Longe é onde há vozes, chamamentos, passos, acenos de adeus. Aqui o silêncio é um túmulo aberto que me força a olhar a inutilidade da luz.» (Luísa Dacosta, Na água do tempo, 1991)

in wook  http://www.wook.pt/authors/detail/id/7204

in wook http://www.wook.pt/authors/detail/id/7204

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Search