Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Concurso Brasileiro, Os Anos e outros!

Concurso Brasileiro de Enredos: ENREDO 5 : VIVARACY! “E ESTAMOS CONVERSADOS...”

.: SESSÃO NOSTALGIA - As rainhas da beleza brasileira de 1954 A revista Mundo Ilustrado, Ano II, nº 98, de 15/12/1954, no entanto, leva-me para o túnel do tempo ao encontro de outras jovens maravilhosas que venceram quatro concursos muito. Sônia Maria Carneiro, Miss Elegante Bangu disputados em 1954. Quem foram elas?

CONCURSO MISS ELEGANCIA BANGU RIO DE JANEIRO RJ - Pesquisa Google CORINA BALDO, MISS ELEGANTE BANGU 1952 passarelacultural.blogspot.com

BRASIL MISS ELEGANTE BANGU ANOS 50 - Pesquisa Google Um dos mais populosos bairros do Rio, Bangu é famoso pela Fábrica de Tecidos Bangu, inaugurada a 6 de fevereiro de 1889 e fechada em 2005.

capas da revista o cruzeiro dos anos 50 - Pesquisa Google A MISS BRASIL MARTHA ROCHA -- O Cruzeiro inovou no humor, na cobertura de assuntos nacionais e na promoção de celebridades

Identidade Brasileira na Moda - Anos 50

Identidade Brasileira na Moda Anos 50 Alceu Pena foi um grande nome da moda nacional, ele ilustrava a revista O Cruzeiro com a coluna “As Garotas do Alceu”. Revista semanal esperada por todas as brasileiras para poder fazer em suas respectivas costureiras o que Alceu sugeria como moda. Criou roupas para os badalados concursos de Miss Bangu, patrocinados por essa indústria têxtil carioca. Gil Brandão aparece como o modelista mais famoso. (Braga, 2003).

tumminelli

<BR>MISS ELEGANTE BANGÚ <BR>1952 <BR> <BR> <BR>Ontem falamos da Fabrica de Tecidos Bangú e sua importância no cenário carioca e nacional ( veja aqui: <A HREF="http://www.fotolog.com/tumminelli/23872098" TARGET=_top>http://www.fotolog.com/tumminelli/23872098</A> ). Comentamos a respeito dos desfiles de Miss Bangú, onde as participantes vestiam roupas confeccionadas com tecidos da fábrica. <BR> <BR>Na foto acima as três vencedoras do concurso Miss Elegante Bangú 1952: <BR> <BR>. Corina Baldo…

AINDA ESPANTADO: Vanja Orico Vanja Orico estreou no cinema em 1950, em “Mulheres e Luzes”, dos mestres Alberto Lattuada e Federico Fellini, quando estava na Itália estudando música.

capas da revista o cruzeiro dos anos 50 - Pesquisa Google Stael Abelha Miss Brasil- Capa da Revista "Manchete"