Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Pouco Lupulada, Copo Próprio e outros!

Mais duas sem copo próprio da Bier Vila. Uma Container Bakerloo a esquerda e uma Itajahy Serena Hibiscus a direita. A primeira, uma EPA, quase escura, leve, carbonatada, cremosa, malte e lúpulo sem exagero, uma ale refrescante, sem pretensões. A segunda, uma trippel temperada, sem aroma, encorpadinha, bem maltada e saborosa, pouco lupulada. Simpática mas nada impressionante.

Leve, menos doce e lupulada. Achei um pouco parecida com a caracú só que mais suave.

Mais uma Xingú. Essa vermelhinha, mais suave, amargo na medida certa, docinho acentuado.

Café com cardamomo. Pouco amarga. Apesar de muito escura, achei leve até um pouco aguada. Acompanhou muito bem um acém de panela de ferro .

Seria este o café mais lupuladamente refrescante? Ou a cerveja mais cafeinadamente aromática ! Eis minha dúvida. Curitibana como eu, é tão indecifrável quanto. Gostei!

A terceira e última da Container (em breve haverão mais duas). Eles chamam de "pale ale" mas eu acho muito escura, pouco "pale". Mais encorpada, tostada, com um toque claro de café. Aprovada.

Se diz Helles, mas é Ale, mais encorpada que outras weiss, aromática, docinha, bem maltada com, acreditem, um claro sabor de... açai! O limãozinho siciliano combina perfeitamente. Bem resolvida e muito agradável.

Diz o rótulo "Tropical Ale", nunca ouvi falar mas vamos à análise sensorial. Cor média, corpo leve, espuma efêmera, um suave aroma de buffet de churrascaria, um malte fraquinho, nem lembro de que mas até um pouco salgado, um amargor meio palha e um retrogosto médio. Ou seja, bem mixuruca e de Ale não tem nada.

Uma Ale âmbar, bem tostada mas com um amargor que começa bem e acaba mixuruca.

Pale ale, essa sim, muito bem construída, o melhor chopp do boteco da Bierland, vou tomar uma de garrafa pra conferir.