Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Maneira Direta, Mesma Maneira e outros!

Não estranhe o título. Escrito em 1910 por Wallace Wattles, este livro apresenta de uma forma prática e real que devemos ater fortemente nossos pensamentos no que queremos, materializar nossos objetivos, sempre de uma maneira direta, pensamentos certeiros em nossa riqueza, no que queremos. Querer fortemente e agradecer sempre, da mesma maneira, ao Universo. Este livro inspirou outro livro: "O Segredo", conhecido mundialmente.

María Reyes Borrego reseña "Monstruos rotos", de Lauren Beukes. "Lauren Beukes combina a la perfección el suspense con lo sobrenatural. Resulta agradablemente sobrecogedora." http://www.mardetinta.com/libro/monstruos-rotos-2/ SIRUELA/ POLICÍACA

Vale ressaltar que li "O Pequeno Príncipe" em minha adolescência... faz tempo! Por isso entra para esta galeria "meio atrasadinho". É assim: na correria do dia a dia lembro-me de um livro já lido que aqui não consta, registro em algum lugar, no celular ou em um papelote qualquer. E hoje, domingo, vem mais um para cá.

A vida do brilhante Victor Jara, contada por sua esposa Joan. Cantor, compositor e teatrólogo, barbaramente assassinado durante o golpe militar liderado por Augusto Pinochet em 1973. As canções de Victor, com seu conteúdo poético e libertário para o povo chileno permanecem vivas na memória de todo ser humano consciente da necessidade de indignar-se diante das injustiças sociais, violências e barbaridades motivadas pelo capitalismo selvagem, mesmo que a preço de vidas humanas.

Contos para quem foi paulistano, quem é e para quem será, pois todos se identificarão plenamente com os personagens italianos, típicos dos bairros mencionados no título, e presentes em todos os contos. Nos bairros do Brás, no Bexiga e na Barra Funda, onde foi fundado o Palestra Itália, e creio que mereceria termos a Móoca... Os contos apresentam cenas típicas da época, mas continuam atuais, muito atuais...

O que o espanhol Frei Bartolomé de Las Casas nos deixou registrado, em seus livros, sobre o que seus patrícios invasores espanhóis fizeram às populações indígenas no que seria a América Latina é estarrecedor. Genocídio! Matança! Assassinatos! Pior que as duas grandes guerras mundiais 4 séculos após. Mais de 15 milhões de índios dizimados! Por cobiça, ignorância, pelo ouro... Ao ler este livro não consigo imaginar tanta crueldade... É de entristecer o que leio. :-(

Este pequeno livro é grande em seu conteúdo. Uma maneira simples de aprender e exercitar a meditação, algo que nos tempos ditos modernos seria algo impraticável diante de tanta energia negativa que nos circunda. Acompanha um CD para a prática de dois tipos de meditação. Podemos praticá-la diariamente, mas temos que desenvolver este hábito saudável com afinco e, quem o fizer, descobrirá importantes canais para a descoberta da espiritualidade.

Em uma das livrarias, em um dos aeroportos em que passei, senti-me atraído pelo assunto deste crime tramado em família. Texto agradável de se ler, um dos cenários que o autor destaca e que, para mim desconhecia, é o terrível relacionamento entre filha e os pais, agravado por arrogância e egos. O pai, com sua formação em nada amorosa, e a mãe influenciada pela convivência com o pai, em tudo contribuíram para que tudo terminasse assim, diante de uma filha psicologicamente desajustada...

Texto de Hollister Rand, médium americana que transmite mensagens do mundo espiritual a pessoas que perderam seus entes queridos. O livro apresenta mensagens inspiradoras de espíritos de crianças e adolescentes que nos ensinam a viver melhor na Terra..

Pois é... quem foi Gino Meneghetti? Quem é de São Paulo, a maior cidade do Brasil, e ciente de sua história policial já terá ouvido falar dele. Um gatuno, tido como um respeitável ladrão, nascido na Itália, migrou para este país onde virou lenda. Escapava da polícia como ninguém. Quando preso, fugiu inúmeras vezes, conhecido na época como "Gato dos Telhados", "Homem-gato" ou "Homem de Borracha"... Deixou história e agora contada neste livro da coleção Paulicéia. Muito bom!