Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora estas ideias e outras!

Mulata. Que fala na lata! Ecoa em seu canto vestígios de luz. Guerreira... A negra pantera. E o que o vento leva seu timbre seduz.

O que aprendi com 100 dias de rejeição Jia Jiang aventura-se corajosamente em um território que muitos de nós tememos: rejeição. Buscando rejeição por 100 dias Jiang dessensibilizou-se da dor e da vergonha que a rejeição costuma trazer e no processo descobriu que simplesmente perguntar por aquilo que queremos pode gerar possibilidades onde não esperamos encontrar saída. Quando tinha seis anos eu recebi meus presentes. Minha professora do primeiro ano teve uma brilhante ideia. Ela queria…

Oi mamães hoje no blog tem meu relato de parto cesárea (minha segunda cesárea). Meu primeiro parto também foi cesárea dessa vez esperei para ver se vinha normal eu queria que dessa vez fosse diferente e tudo parecia que ia ser diferente a gravidez estava bem diferente da primeira só restava esperar. Minha médica achava que a baby viria de parto normal e que seria entre o natal e ano novo a baby tinha encaixado e eu tinha começado a sentir algumas contrações mas o tempo foi passando e a bebê…

"Segundo a bióloga da Fiocruz Márcia Chame o aumento dos casos suspeitos de febre amarela em Minas Gerais pode estar relacionado à tragédia de Mariana quando 55 milhões de m de lama vazaram da barragem de Fundão após seu rompimento em novembro de 2015." Eu tinha lido no sábado e esquecido de divulgar. E é daquelas notícias que a gente precisa acompanhar. Para a bióloga ouvida pelo jornal OEstado de S. Paulo a possível relação entre os dois fatos ocorre uma vez que grande parte das cidades…

Gente esse assunto que está gerando muita repercussão nas redes sociais eu ainda quero voltar a falar sobre o assunto e comentar de forma mais aprofundada mas pra não posso deixar passar em branco hoje. Quero deixar alguns questionamentos: Porque a mídia está tratando o assunto de forma tão equivocada já colocando no título que a mãe morreu por conta de ter tentado o parto natural domiciliar? A família não autorizou a divulgação da causa da morte. Então não vamos esquecer que ela passou por…

Manuela 8B - Eu escolhi essa foto pois ela apresenta muitos tipos de tonalidades do cinza. A proposta era escala tonal e achei que essa fotografia tinha muito a ver com esse tema, pois a sujeira está bem destacada em preto e também há outros elementos em branco, criando um certo “contraste”. Em primeiro plano está a folha caída, que fica bem destacada por ela estar em um fundo “preto”.

Mensagens de Saudade Para Mães

Desde o dia em que eu perdi minha mãe Eu me perdi de mim também Perdi no mundo o que era o mundo meu - minha mãe E eu não sei o que sou sem ela Só sei que ela me deixou Por que ela me deixou? Por que ela me deixou? Ela me deixou Nesse dia, o dia em que eu perdi minha mãe Eu me dei conta que eu estava só por minha conta Mesmo tendo o meu pai, que eu amo A minha conta não se fecha Essa conta nunca mais fechou Nunca mais fechou Estou aqui, estou aqui, fiquei aqui Você não está, você não ...

Texto carregado de emoções do retorno ao trabalho após licença maternidade férias #Repost @curiosidadesdemae As férias estão chegando ao fim e por isso iniciamos a #adaptação do #babyLipe. Faz 4 dias que começamos e já tivemos uma mudança importante no comportamento e no sono do pequeno que anda um pouco irritado só quer o colo da mamãe e briga com o sono para não dormir. A #rotinadosono já estava bem estabelecida e mesmo com os #saltosdedesenvolvimento ele dormia bem. Não mudamos nada…

Momentos de Saudade

Todos os dias eu ainda lembro que ela é do tipo que inspira só por respirar. Cujas palavras formavam frases que me queimavam o juízo. Dessas que têm no cabelo o cheiro que eu queria sentir ao deitar. A pele que eu queria sentir com a palma da alma quando acordasse. A voz, meu Deus, dessas que eu queria guardar e fazer música dentro de mim. Ela é assim: linda. E sobrava tanto que quando eu encostava nela, me sentia lindo também. E aqui falo de beleza que sai dos poros, não nas capas. Ela era…

"Para fluir comigo, a vida pedia que eu soltasse o medo e me entregasse. Que dissesse sim. Que acreditasse nela. Eu não sabia como fazer, mas sentia, entre as contrações, que ela estava fazendo por mim, através de cada experiência que eu atraía para o meu caminho. Naquele dia, grande, acordei com a sensação de que o tempo era outra coisa. De que a vida era outra coisa. E eu também!..." (ana jácomo)