Explora Arquitetura Persa, Da Arquitetura e outros!

Explorar tópicos relacionados

Ruínas de Persópolis: exemplo da arquitetura persa

Ruínas de Persópolis: exemplo da arquitetura persa

Edimburgo, Escócia

Edimburgo, Escócia

Arte Persa-A civilização persa era predominantemente guerreira, essas característica se refletiam em suas manifestações artísticas, como a representação mítica de criaturas fantásticas, quase sempre grandes, e poderosos animais, com cabeças humanas, simbolizando seu poderio militar bruto.Como na maioria das civilizações antigas, todo esse luxo era sustentado com base na exploração da classe oprimida dos servos e com o uso do trabalho escravo. A arquitetura persa recebeu influência assíria...

Arte Persa-A civilização persa era predominantemente guerreira, essas característica se refletiam em suas manifestações artísticas, como a representação mítica de criaturas fantásticas, quase sempre grandes, e poderosos animais, com cabeças humanas, simbolizando seu poderio militar bruto.Como na maioria das civilizações antigas, todo esse luxo era sustentado com base na exploração da classe oprimida dos servos e com o uso do trabalho escravo. A arquitetura persa recebeu influência assíria...

ARQUITETURA - O Persa teve uma arquitetura cujas características foram: belos palácios erguidos construídos em plataformas de 50 pés de altura, que foi atingido por escadas e madeira utilizada para coberturas.. A principal palácio foi Darius Persepolis.

ARQUITETURA - O Persa teve uma arquitetura cujas características foram: belos palácios erguidos construídos em plataformas de 50 pés de altura, que foi atingido por escadas e madeira utilizada para coberturas.. A principal palácio foi Darius Persepolis.

Brinco com romãs-Sob a administração dos imperadores Ciro, Dario e Xerxes, os persas estabeleceram uma sociedade marcada por sua arquitetura sofisticada e monumental.O brinco ao lado, feito de ouro, tem no centro três barras nas quais estão presos pingentes na forma de romã. O pingente maior, ao centro, é feito de lápis lazuli.

Brinco com romãs-Sob a administração dos imperadores Ciro, Dario e Xerxes, os persas estabeleceram uma sociedade marcada por sua arquitetura sofisticada e monumental.O brinco ao lado, feito de ouro, tem no centro três barras nas quais estão presos pingentes na forma de romã. O pingente maior, ao centro, é feito de lápis lazuli.

O mito mais importante da religião persa é o da disputa entre Ahura Mazda e Ahrimã que consiste na luta de dois tipos de seres divinos.Esta luta nos aparece sob uma dupla forma:a material e a espiritual.No caso da luta material,Ahrimã quer invadir o céu,mas é repelido para o inferno;na luta espiritual ou mística,Ahrimã,princípio da obscuridade,da desordem, do mal,é repelido por Ormuzd,deus da luz,da ordem e do bem.

O mito mais importante da religião persa é o da disputa entre Ahura Mazda e Ahrimã que consiste na luta de dois tipos de seres divinos.Esta luta nos aparece sob uma dupla forma:a material e a espiritual.No caso da luta material,Ahrimã quer invadir o céu,mas é repelido para o inferno;na luta espiritual ou mística,Ahrimã,princípio da obscuridade,da desordem, do mal,é repelido por Ormuzd,deus da luz,da ordem e do bem.

O mito da Mantícora era de origem Persa, onde seu nome significa ‘’O devorador de homens’’Quando estava escondido, ele podia atrair as pessoas, fingindo ser apenas um homem barbudo, com sua cabeça fora de tocas, moitas e outros lugares...

O mito da Mantícora era de origem Persa, onde seu nome significa ‘’O devorador de homens’’Quando estava escondido, ele podia atrair as pessoas, fingindo ser apenas um homem barbudo, com sua cabeça fora de tocas, moitas e outros lugares...

Zoroastro, Pérsia. Filho de uma virgem, fecundada pela luz divina de Ahuramazda. Quando nasceu, em vez de chorar, riu e muitos dos seus inimigos tentaram matá-lo, a fim de que não cumprisse sua missão divina. Teve discípulos, fez milagres e ensinou, além de ser tentado pelo Diabo no Deserto. Ficou conhecido por causa de sua bondade com pobres, anciãos, enfermos e animais. Poucos acreditavam nele, um deles era seu primo.

Zoroastro, Pérsia. Filho de uma virgem, fecundada pela luz divina de Ahuramazda. Quando nasceu, em vez de chorar, riu e muitos dos seus inimigos tentaram matá-lo, a fim de que não cumprisse sua missão divina. Teve discípulos, fez milagres e ensinou, além de ser tentado pelo Diabo no Deserto. Ficou conhecido por causa de sua bondade com pobres, anciãos, enfermos e animais. Poucos acreditavam nele, um deles era seu primo.

Carruagem de ouro -Os organizadores da exposição acreditam que ela contribuirá para um melhor entendimento dos temas atuais envolvendo a região do Oriente Médio. Esta peça trabalhada em ouro é o modelo de uma carruagem, encontrada na região de Takht-i Kuwad, atual Tadjiquistão.

Carruagem de ouro -Os organizadores da exposição acreditam que ela contribuirá para um melhor entendimento dos temas atuais envolvendo a região do Oriente Médio. Esta peça trabalhada em ouro é o modelo de uma carruagem, encontrada na região de Takht-i Kuwad, atual Tadjiquistão.

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Search