Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Asseguradas, Padrões Internacionais e outros!

A violência policial de junho 2013, agora aprimorada

Todos estes elementos formam um cenário que desafia frontalmente os padrões internacionais de direitos humanos, em especial aqueles relativos à liberdade de expressão e protesto. Vale mencionar que as posições de relatorias especializadas no tema tanto da ONU quanto da OEA fornecem interpretações ao texto da Convenção Americana de Direitos Humanos, ratificada pelo Brasil, segundo a qual as liberdades de expressão, reunião e associação devem ser asseguradas a todos, sem distinção.

1900 - Na alameda Cleveland 601, bairro de Campos Elísios, a residência de Alberto Santos Dumont. Atual Museu da Energia de São Paulo. Henrique Santos Dumont, pai de Alberto, sentiu-se injustiçado pois perdeu a placa de veículo número 1 para o conde Francisco Matarazzo.Também esteve entre os primeiros à reclamar da falta de condições em trafegar pelas ruas da capital paulista e se recusando à pagar o IPVA da época.

Manifestação de jovens pelo fim da ditadura militar

14 de junho de 1936 - Represa de Guarapiranga, na zona sul de São Paulo.

Recorde Momentos Históricos Com Estas Fotos!

Avenida São João, início da década de 1950

Semana de Arte Moderna de 1922

1902 - Grand Hotel des Etrangers - Rua Líbero Badaró esquina com a rua Miguel Couto. O prédio foi inaugurado em 17/5/1897 com o "Grande Hotel Bristol". Em 1902 o prédio recebeu o “Grand Hotel des Etrangrer”, de propriedade de Mme. Maria Filiberti. para receber " artistas de café-concerto, coristas e bailarinas de companhias líricas e operetas, ou ainda mundanas cariocas que procuravam as boas graças dos comissários de café e argentários de S. Paulo”.

20 fotos lindas da cidade de São Paulo de 1924 a 1980

Cartão postal da Praça da Bandeira. (sem data) 20 fotos lindas da cidade de São Paulo de 1924 a 1980

Década de 20 - Palacete da família Schiesser no bairro de Higienópolis.

Haddad libera prédio de 8 andares em áreas verdes - São Paulo

A Prefeitura de São Paulo regulamentou a construção de moradia em áreas verdes da capital. Decreto assinado pelo prefeito Fernando Haddad (PT), no início de janeiro, permite prédios de até oito andares em zonas de preservação ambiental. O limite é o mesmo imposto para o miolo de bairros já bastante adensados da capital, como Perdizes, na zona oeste, e Vila Mariana, na zona sul.