Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Processos Legais, Lideranças Guarani e outros!

| CAMPANHA DE HOMOLOGAÇÃO | Comunidade Indígena Itaty, localizada na BR 101 km 233, em Palhoça SC | Nós Comunidade e Lideranças Guarani da Terra Indígena Morro dos Cavalos, SC, viemos por meio desta expor a ansiedade e preocupação com o Processo da Homologação da Terra Indígena Morro dos Cavalos com os atuais acontecimentos no País, que de acordo com os processos legais, não existe nada que possa impedir a Homologação por parte da Presidenta, mesmo assim ainda NOSSA TERRA não foi…

DISCURSO HISTÓRICO DE COLLOR NO SENADO FEDERAL SOBRE O IMPEACHMENT DE DI...

Adriana Calcanhotto - Traduzir-Se

Raoni denuncia MP do royalty indígena ao presidente da França - Economia

O plano do governo brasileiro de editar uma medida provisória para liberar a exploração de terras indígenas por meio de compensação financeira repercutiu na Cúpula do Clima (COP 21), que acontece em Paris. Em encontro realizado nesta quarta-feira, 2, com o presidente francês, François Hollande, o cacique Raoni, principal liderança indígena no Brasil, relatou a preocupação com a proposta.

O dia que durou 21 anos

Em entrevista ao De Olho nos Ruralistas, fotógrafo fala de suas opções estéticas, como a de fugir do estereótipo da tristeza; ainda assim, retrata situações mais duras, como a de Guarani Kaiowá que moram em um antigo matadouro

São Salvador da Bahia de Todos os Santos, Bahia, Brasil

Umas das lideranças de maior expressão do Amazonas, Cosme Capistano da Silva, agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) do município de Boca do Acre, está sob ameaça de morte. O clima de tensão aumentou nos últimos dias quando dois homens circulando em uma moto estiveram rondando sua casa localizada na periferia do município. Os vizinhos estranharam a movimentação e avisaram a família de Cosme, que se encontrava em Manaus participando de reuniões sobre a regularização fundiária em Boca do…

Morre dom Paulo Evaristo Arns, ícone progressista da igreja no Brasil

O golpe de 1964 colheu o frade franciscano dando assistência religiosa aos moradores dos morros de Petrópolis (RJ). Lá chegara depois de uma trajetória iniciada no dia 14 de setembro de 1921, quando nasceu na colônia de Forquilhinha, região de Criciúma, em Santa Catarina. Teve 13 irmãos, quatro dos quais (três freiras e um padre) se dedicaram também à carreira religiosa —sendo Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança que morreu no terremoto do Haiti em 2010, a mais conhecida.