Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Seringal Cachoeira, Cachoeira De e outros!

No final dos anos 80, as ameaças de morte por donos de madeireiras, de seringais e de fazendas de gado tornaram-se comuns. A desapropriação do Seringal Cachoeira, de Darly Alves, custou-lhe, no entanto, a vida. Em 1988, Chico Mendes foi assassinado no quintal de sua casa, em Xapuri, com um tiro no peito. | http://ecoredesocial.com.br/2015/07/quem-foi-chico-mendes/

Igreja de São Sebastião | Município de Xapuri - ACRE | "Cidade de Chico Mendes"

A história de Chico Mendes Documentário

| DEZEMBRO.2013 | Vinte e cinco anos se passaram desde o assassinato de Chico Mendes em Xapuri, em 22.12.1988. Seu legado foi lembrado nesta quinta-feira, 19/12, em seminário de final do ano do ISA. O antropólogo da Unicamp, Mauro Almeida, que trabalhou com Chico Mendes, fez um breve histórico sobre a articulação que se iniciou na década de 1970 e na década de 1980 reuniu dois movimentos distintos.

O escritor João Guimarães Rosa fotografado por Eugenio Silva para a revista “O Cruzeiro”, durante a viagem de dez dias pelo sertão, em 1952, acompanhando um grupo de vaqueiros que levava uma boiada de uma fazenda a outra, em um percurso de 240 quilômetros. A travessia de Guimarães Rosa seguindo os vaqueiros resultaria, anos mais tarde, no livro "Grande Sertão: Veredas".

Chico Mendes nasceu em Xapuri, no Acre, em 1944. Herdou do pai, Francisco Mendes, a profissão de seringueiro e começou a trabalhar com a família aos 9 anos. Sem escolas na região, aprendeu a ler em jornais, com 19 anos. Percebendo a condição de vida dos trabalhadores que dependiam da Floresta Amazônica e o avanço do desmatamento, tornou-se líder de resistência pacífica em defesa dos seringueiros e demais extrativistas.

A luta como sindicalista começou (1975) quando assumiu a secretaria geral do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Basileia (Acre). Criou o Conselho Nacional dos Seringueiros, ONG de defesa às condições de vida e trabalho das comunidades que dependiam diretamente da floresta. Em 1985, no Encontro Nacional dos Seringueiros, propôs a "União dos Povos da Floresta": unir os interesses dos índios e seringueiros, a partir da criação de reservas extrativistas e da garantia de reforma agrária.

Marcelo Auler “Genésio Ferreira da Silva tinha apenas 13 anos quando o peão Darci Alves, de 21, a mando do pai fazendeiro Darli Alves, matou com um tiro de espingarda calibre 20 o líder seringueiro e ecologista Chico Mendes, em Xapuri, no Acre. O menino conhecia pouco a vítima, mas sabia muito sobre a vida …

Chico Mendes em sua casa, em Xapuri (ACRE), com seus dois filhos, Elenira e Sandino Mendes.