Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Produzidos, Quer Saber e outros!

Grande Cuvée 1531 de Aimery: para celebrar os primeiros espumantes produzidos. E não é Champagne. Quer saber onde ele foi produzido? Veja: em http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/01/grande-cuvee-1531-de-aimery.html

Cava: espumante espanhol. Neste caso, a Anna de Codorníu rosé, fresco e saboroso. Ótimo custo benefício.

Principe R 2011: vinho de sangue nobre. É produzido pela empresa fornecedora oficial dos vinhos da família real romena. Mais do que isto, este vinho foi produzido sob supervisão do Príncipe Radu, para ser o vinho oficial da Casa Real Romena.

Para comemorar o título de Grand Slam de Marcelo Melo e Ivan Dodig, um espumante da Croácia, terra de Dodig. Poy Premium Brut é um espumante feito pelo método tradicional, com 12 meses sobre as borras. http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/06/somostodosgirafa.html

Rebula é a principal uva do da região de Goriska Brda, o 'collio esloveno'. Conheça mais da uva e do vinho em: http://www.sobrevinhoseafins.com.br/2015/05/quercus-rebula-2013.html

Quercus Rosé 2014 é um Merlot rosé da região de Goriska Brda, na Eslovênia. Um rosé fresco e seco, que pode acompanhar peixes, massas, ou mesmo um bife ao molho de salsa e limão siciliano.

Porto Vintage 2003 da Quinta de Santa Julia, outro néctar, daqueles que não temos oportunidade de beber todo ano. Fantástico! #portovintage #porto

Braquet, a uva por trás dos rosés de Nice.

Roger Manceaux Cuvée de Resèrve: outro Champagne evoluído, com aroma eterno, fantástico.

O Tokaji Aszú é um vinho de sobremesa e ícone da Hungria. Feito com uvas botritizadas da variedade Furmint (típica do país), é uma referência em termos de vinhos de sobremesa.