Explora Em Eterno, Em Círculo e outros!

Explorar tópicos relacionados

Manoel nasceu diferente. Nasceu meio tronco, meio pena. manoel de barros.jpg

Manoel nasceu diferente. Nasceu meio tronco, meio pena. manoel de barros.jpg

"...já foi montado em 25 países, ganhou 50 grandes prêmios do teatro, arrecadou mais de 5 bilhões de dólares e já foi visto por mais de 100 milhões de pessoas. Mas os números não param por aí, pois tanto a produção de Nova Iorque quanto a de Londres continuam em cartaz até hoje. The Phantom of the Opera domina a posição de maior espetáculo teatral de todos os tempos, ultrapassando o fenômeno “Cats”, também de Lloyd Webber, em todas as categorias."

"...já foi montado em 25 países, ganhou 50 grandes prêmios do teatro, arrecadou mais de 5 bilhões de dólares e já foi visto por mais de 100 milhões de pessoas. Mas os números não param por aí, pois tanto a produção de Nova Iorque quanto a de Londres continuam em cartaz até hoje. The Phantom of the Opera domina a posição de maior espetáculo teatral de todos os tempos, ultrapassando o fenômeno “Cats”, também de Lloyd Webber, em todas as categorias."

Uma visão estrema: o capitalismo perderá a dominância e dará lugar à economia colaborativa, compartilhada, em meados do século 21. O raciocínio é desenvolvido no livro “Sociedade com custo marginal zero” do economista norte americano Jeremy Rifkin. Editor M.BooksA tendência de compartilhar tudo deve aumentar. Além de veículos, casas, roupas e outros itens passam a ter evidência no compartilhamento e já  têm impacto na economia, aponta o autor

Uma visão estrema: o capitalismo perderá a dominância e dará lugar à economia colaborativa, compartilhada, em meados do século 21. O raciocínio é desenvolvido no livro “Sociedade com custo marginal zero” do economista norte americano Jeremy Rifkin. Editor M.BooksA tendência de compartilhar tudo deve aumentar. Além de veículos, casas, roupas e outros itens passam a ter evidência no compartilhamento e já têm impacto na economia, aponta o autor

"Talvez seja pelo fato de que o amor, sendo um enigma, não se deixa decifrar, repelindo toda tentativa de classificação ou definição. Por isso, a poesia, campo mítico por excelência, encontra na metáfora a compreensão melhor do amor. Efetivamente, a literatura nunca deixou de falar do amor."

"Talvez seja pelo fato de que o amor, sendo um enigma, não se deixa decifrar, repelindo toda tentativa de classificação ou definição. Por isso, a poesia, campo mítico por excelência, encontra na metáfora a compreensão melhor do amor. Efetivamente, a literatura nunca deixou de falar do amor."

Dica de leitura: coleção Livros para o Amanhã - Boitempo Editorial. Fala de política para crianças a partir de 8 anos

Dica de leitura: coleção Livros para o Amanhã - Boitempo Editorial. Fala de política para crianças a partir de 8 anos

""O exorcista" apresenta uma boa história, que foi adaptada de um livro consistente e dramático. Por sua vez, o livro baseou-se em fatos reais. Inclusive, o autor do romance o escreveu a pedido de padres jesuítas para alertar as pessoas. Embora o filme tenha se centrado nos aspectos assustadores do livro, deixando em segundo plano o lado mais dramático e profundo da obra literária, podemos perceber nitidamente alguns conflitos bem interessantes na versão cinematográfica..."

""O exorcista" apresenta uma boa história, que foi adaptada de um livro consistente e dramático. Por sua vez, o livro baseou-se em fatos reais. Inclusive, o autor do romance o escreveu a pedido de padres jesuítas para alertar as pessoas. Embora o filme tenha se centrado nos aspectos assustadores do livro, deixando em segundo plano o lado mais dramático e profundo da obra literária, podemos perceber nitidamente alguns conflitos bem interessantes na versão cinematográfica..."

O Fio e os Rastros: verdadeiro, falso e fictício. Carlo Ginzburg.  Cativante homenagem àqueles que "têm como ofício alguma coisa que é parte de  todos: destrinchar o entrelaçamento do verdadeiro, falso e fictício que é a trama de nosso estar no mundo".

O Fio e os Rastros: verdadeiro, falso e fictício. Carlo Ginzburg. Cativante homenagem àqueles que "têm como ofício alguma coisa que é parte de todos: destrinchar o entrelaçamento do verdadeiro, falso e fictício que é a trama de nosso estar no mundo".

"O universo de Millenium converge numa diversidade de temas complexos como sexualidade e gênero, misoginia, psicopatia, tráfego de mulheres e prostituição, ideologia de direita, especulação financeira e corrupção. Tudo acontecendo ao mesmo tempo, demonstrando a visão de mundo de um autor nada ingênuo, como um profundo conhecer da sua época."

"O universo de Millenium converge numa diversidade de temas complexos como sexualidade e gênero, misoginia, psicopatia, tráfego de mulheres e prostituição, ideologia de direita, especulação financeira e corrupção. Tudo acontecendo ao mesmo tempo, demonstrando a visão de mundo de um autor nada ingênuo, como um profundo conhecer da sua época."

É importante para as pessoas dizerem de que lado estão e porque, e se elas podem ou não ser tendenciosas. Um tipo de declaração de interesse dos membros. Então eu estarei conversando com vocês sobre leitura. Direi à vocês que as bibliotecas são importantes. Vou sugerir que ler ficção, que ler por prazer, é uma das coisas mais importantes que alguém pode fazer. Vou fazer um apelo apaixonado para que as pessoas entendam o que as bibliotecas e os bibliotecários são e para que preservem ambos. E…

É importante para as pessoas dizerem de que lado estão e porque, e se elas podem ou não ser tendenciosas. Um tipo de declaração de interesse dos membros. Então eu estarei conversando com vocês sobre leitura. Direi à vocês que as bibliotecas são importantes. Vou sugerir que ler ficção, que ler por prazer, é uma das coisas mais importantes que alguém pode fazer. Vou fazer um apelo apaixonado para que as pessoas entendam o que as bibliotecas e os bibliotecários são e para que preservem ambos. E…

"pela cultura na qual somos formados, romanceamos nossas prisões, enchemo-las de adornos, flores e citações descontextualizadas de Clarice Lispector. (...) não nego a responsabilidade daquele que cativa, mas proponho algo que talvez até demande uma responsabilidade maior: é tempo de abandonar todas as pretensões de aprisionamento do outro; destruir qualquer intenção de cativeiro e, quem sabe um dia, amar sem construir cercas e sem adestrar o outro para o nosso afago como recompensa."

"pela cultura na qual somos formados, romanceamos nossas prisões, enchemo-las de adornos, flores e citações descontextualizadas de Clarice Lispector. (...) não nego a responsabilidade daquele que cativa, mas proponho algo que talvez até demande uma responsabilidade maior: é tempo de abandonar todas as pretensões de aprisionamento do outro; destruir qualquer intenção de cativeiro e, quem sabe um dia, amar sem construir cercas e sem adestrar o outro para o nosso afago como recompensa."

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Search