Pinterest • O catálogo mundial de ideias

Explora Em Vão, Foi Em e outros!

A ressurreição de Jesus III Ao terceiro dia ressurgiu dos mortos. Esta é a mensagem da Páscoa. Ela assegura que não foi em vão que Deus humilhou-se a si mesmo em seu filho. Fazendo isto, ele pode retornar a sua própria honra e confirmar a sua própria glória. Por sua misericórdia, triunfou sobre a sua humilhação e o resultado é a exaltação de Jesus Cristo. Na ressurreição de Jesus, o homem é exaltado e apontado como aquele que se tornou livre na morte de Cristo

Oque é melhor: consolo ou desafio? Francisco Penha Alves, meu professor de ética no curso de Teologia, ao comentar o trabalho pastoral de um brilhante colega, não deixou também de formular uma crítica positiva: as mensagens dele são muito bem feitas, revelam o gênio, disse o professor. Faço apenas um reparo à sua atuação como um todo: ele desafia, mas não consola. E há tanta gente que precisa ser confortada.

Susana e os velhos A imagem que ilustrou a postagem de ontem, embora não parece à primeira vista, tem tudo a ver com o tema da mensagem, pois retrata um inusitado episódio na história de Israel que faz referência tanto ao exílio babilônico, quanto denuncia a exploração da mulher na comunidade religiosa. Porém, esse lapso de associação de ideias não é culpa nossa, mas sim dos setenta rabinos que compuseram o nosso canon bíblico, que deixaram de fora tão apropriada relevante

Alegria triste, tristeza alegre Não há como desvincular o propósito do ministério de Jesus com o ministério de João Batista. Ambos pregavam aos pobres a chegada do Reino de Deus e aos ricos o arrependimento. Olhos desconfiados irão enxergar uma certa continuidade interesseira, pois algumas narrativas do evangelho deixam bastante claro que o ministério efetivo de Jesus começa justamente depois prisão e decapitação de João Batista por ordem de Herodes Antipas.

O que é melhor, certezas ou dúvidas? Martinho Lutero, ao rejeitar a tendência para o ceticismo de Erasmo de Rotterdam e nos humanistas do Renascimento, fez uma crítica radical: haverá algo, pergunta Lutero, mais miserável que a incerteza? Para o reformador do século XVI, eliminar esta certeza última é abolir, com ela, o cristianismo.

Como entramos nessa? O segundo capítulo do livro de Gênesis trata da origem desse convívio conflituoso entre o ser humano, a natureza e seus semelhantes que persiste até hoje, os quais estão irremediavelmente ligados entre si tanto para a vida como para a morte. A natureza fornecia os recursos necessários para a sobrevivência que, entretanto, já eram obtidos a duras penas. A relação entre os dois únicos seres humanos que habitavam então a face da terra, Adão e Eva,

Amós Boiadeiro: A terra distante O drama se intensifica. Os ouvintes de Jesus, assim como nós, não podiam se identificar com o filho perdido. Na segurança da sua lei eles nunca tinham se sentido perdidos, então não havia como.

O vazio das Facebênçãos Não foi por ou duas vezes que eu vi no Facebook postagens que propagam bênçãos coletivas. Não quero questionar a intenção de quem as posta, contudo, sou obrigado a fazer uma associação que parece ser bastante lógica: Se, a princípio, coisas do tipo: Que Deus abençoe esta pessoa linda que esta lendo essa mensagem, realmente funcionassem, teríamos que acreditar e temer muito também as maldições,

O Nascimento de João Batista (ou Dia de São João ou Nascimento do Precursor ) é uma festa cristã celebrando o nascimento de João Batista, um profeta que previu o advento do Messias na pessoa de Jesus Cristo e o batizou.

O que é SONHO? Texto baseado em um diálogo com o rev. Jonas Rezende. Na concepção dos antigos o sonho punha a pessoa em contato com o mundo dos deuses, dos espíritos e do sobrenatural, sendo que muitas vezes eram considerados como revelação do futuro ou de coisas ocultas. Também em Israel os sonhos eram muitas vezes considerados como presságios, e outras vezes como exortação ou aviso da parte de Deus.