Débito cardíaco

Entenda o que é débito cardíaco e como ele afeta a saúde do seu coração. Descubra dicas e informações importantes para manter um débito cardíaco saudável e melhorar sua qualidade de vida.
Janaína Moreno Garcia | Terapeuta Ocupacional on Instagram: "Olha o leito de um paciente crítico na UTI. . 🔺Olha alguns pontos que considero quando atendo paciente CRÍTICO: . ✨Os dispositivos invasivos: PAI (Pressão Arterial Invasivo), Tem Monitoramento hemodinâmico Vigileo (mede o débito cardíaco contínuo via artéria), tem Conexão com a plataforma EV 1000 (monitoramento hemodinâmico), faz uso de medicações continua (Bomba de medicações), se intubado tem algum Filtro de tubo orotraqueal conect Unclog Arteries, Nursing Motivation, Medical Student Study, Medicine Student, Medical School Studying, Future Doctor, University Studying, Book Writing Tips, Medical Education

Unclog Arteries

Janaína Moreno Garcia | Terapeuta Ocupacional on Instagram: "Olha o leito de um paciente crítico na UTI. . 🔺Olha alguns pontos que considero quando atendo paciente CRÍTICO: . ✨Os dispositivos invasivos: PAI (Pressão Arterial Invasivo), Tem Monitoramento hemodinâmico Vigileo (mede o débito cardíaco contínuo via artéria), tem Conexão com a plataforma EV 1000 (monitoramento hemodinâmico), faz uso de medicações continua (Bomba de medicações), se intubado tem algum Filtro de tubo orotraqueal…

Avatar
Anlivia Borges
ACLS 



1 Avaliação inicial: segurança da cena e consciência do paciente - impressão inicial - resposta, respiração e cor 
2 Avaliar consciência: SBV 
3 Avaliação primária: A, B, C, D, E 
4 Avaliação secundária: SAMPLE, Hs, Ts 



RCP de alta qualidade: 
	1.	Comprimir o tórax de 100 a 120 por minuto 
	2.	Comprimir de 5 a 6 centímetros 
	3.	A cada compressão, permitir retorno total do tórax 
	4.	Sem via área avançada: 30 compressões para 2 ventilações - com via aérea avançada: 1 ventilação à cada 6 segundos 
	5.	Alternar o responsável pela compressão a cada 2 minutos 
	6.	Minimizar a interrupções nas compressões a 10 segundos ou menos 
	7.	Evitar ventilação excessiva - distensão gástrica, diminui retorno venoso, diminui débito cardíaco 

*Capnografia petCO2 < 10mmHg - melhore qualidade d A B C D, A B C

A B C D

ACLS  1 Avaliação inicial: segurança da cena e consciência do paciente - impressão inicial - resposta, respiração e cor 2 Avaliar consciência: SBV 3 Avaliação primária: A, B, C, D, E 4 Avaliação secundária: SAMPLE, Hs, Ts  RCP de alta qualidade: 1. Comprimir o tórax de 100 a 120 por minuto 2. Comprimir de 5 a 6 centímetros 3. A cada compressão, permitir retorno total do tórax 4. Sem via área avançada: 30 compressões para 2 ventilações - com via aérea avançada: 1 ventilação…

Avatar
Júlia Biagi Utuari
ACLS 



1 Avaliação inicial: segurança da cena e consciência do paciente - impressão inicial - resposta, respiração e cor 
2 Avaliar consciência: SBV 
3 Avaliação primária: A, B, C, D, E 
4 Avaliação secundária: SAMPLE, Hs, Ts 



RCP de alta qualidade: 
	1.	Comprimir o tórax de 100 a 120 por minuto 
	2.	Comprimir de 5 a 6 centímetros 
	3.	A cada compressão, permitir retorno total do tórax 
	4.	Sem via área avançada: 30 compressões para 2 ventilações - com via aérea avançada: 1 ventilação à cada 6 segundos 
	5.	Alternar o responsável pela compressão a cada 2 minutos 
	6.	Minimizar a interrupções nas compressões a 10 segundos ou menos 
	7.	Evitar ventilação excessiva - distensão gástrica, diminui retorno venoso, diminui débito cardíaco 

*Capnografia petCO2 < 10mmHg - melhore qualidade d A B C D, A B C

A B C D

ACLS  1 Avaliação inicial: segurança da cena e consciência do paciente - impressão inicial - resposta, respiração e cor 2 Avaliar consciência: SBV 3 Avaliação primária: A, B, C, D, E 4 Avaliação secundária: SAMPLE, Hs, Ts  RCP de alta qualidade: 1. Comprimir o tórax de 100 a 120 por minuto 2. Comprimir de 5 a 6 centímetros 3. A cada compressão, permitir retorno total do tórax 4. Sem via área avançada: 30 compressões para 2 ventilações - com via aérea avançada: 1 ventilação…

Avatar
Júlia Biagi Utuari
ACLS 



1 Avaliação inicial: segurança da cena e consciência do paciente - impressão inicial - resposta, respiração e cor 
2 Avaliar consciência: SBV 
3 Avaliação primária: A, B, C, D, E 
4 Avaliação secundária: SAMPLE, Hs, Ts 



RCP de alta qualidade: 
	1.	Comprimir o tórax de 100 a 120 por minuto 
	2.	Comprimir de 5 a 6 centímetros 
	3.	A cada compressão, permitir retorno total do tórax 
	4.	Sem via área avançada: 30 compressões para 2 ventilações - com via aérea avançada: 1 ventilação à cada 6 segundos 
	5.	Alternar o responsável pela compressão a cada 2 minutos 
	6.	Minimizar a interrupções nas compressões a 10 segundos ou menos 
	7.	Evitar ventilação excessiva - distensão gástrica, diminui retorno venoso, diminui débito cardíaco 

*Capnografia petCO2 < 10mmHg - melhore qualidade d A B C D, A B C, Abc

A B C D

ACLS  1 Avaliação inicial: segurança da cena e consciência do paciente - impressão inicial - resposta, respiração e cor 2 Avaliar consciência: SBV 3 Avaliação primária: A, B, C, D, E 4 Avaliação secundária: SAMPLE, Hs, Ts  RCP de alta qualidade: 1. Comprimir o tórax de 100 a 120 por minuto 2. Comprimir de 5 a 6 centímetros 3. A cada compressão, permitir retorno total do tórax 4. Sem via área avançada: 30 compressões para 2 ventilações - com via aérea avançada: 1 ventilação…

Avatar
Júlia Biagi Utuari